IEPS - INSTITUTO DE ENSINO E PESQUISA EM SAÚDE

O Poder da Indústria do Álcool

  • Dr. Dirceu de Lavôr Sales
  • 25 de junho de 2021

A força da indústria do álcool é tanta que praticamente comprou os meios de comunicação, calando as vozes de muitos que poderiam ajudar a modificar o triste panorama atual.

Quando foi, por exemplo, que tivemos o prazer de assistir a um programa televisivo abordando os males causados pelo álcool? Quando vimos ícones da nossa música, política ou esporte, nas telas das nossas televisões abordando o tema de forma honesta e propositiva? Com certeza, muitos deles estariam aptos a tal empreitada, mas quem teria a permissão de lhes abrir tal espaço?

Obviamente, a indústria do álcool tem atingido os seus objetivos, à medida que se observa que entre os nossos adolescentes está praticamente estabelecido que certo, moderno, é o jovem que bebe; que, entorpecido, diz o que quer e o que não quer; que fica engraçado, corajoso, galanteador, por vezes, inconveniente; que nas baladas e acontecimentos sociais está sempre a exibir em suas mãos uma lata ou garrafa de bebida alcoólica como símbolo da sua afirmação. Alguns chegam a vangloriar-se: hoje, “derrubei” dez latas de cervejas, tantas doses de Whisky. Que maravilha! Quem não age assim acaba tendo problemas de aceitação dentro do próprio grupo. Para ser moderno, aceito, ele tem que ir na onda, surfar na superfície do nada, seguir a moda vigente, intoxicar-se, comprometer a sua saúde, ter a suas ações moduladas por álcool e estimulantes, ser aquele que, para partir para uma conquista, ir a um jogo de futebol, ou sentir-se “alegre,” tem que beber, se comportar como um ser limitado, menor, medroso, incapaz de encontrar coragem e felicidade em si mesmo sem o uso de estimulantes.

– Dirceu de Lavôr

Dr. Dirceu de Lavôr Sales

About Dr. Dirceu de Lavôr Sales

Dr. Dirceu de Lavôr Sales, médico especializado em Clínica Médica, Acupuntura, Homeopatia, tratamento da Dor e presidente do Instituto de Ensino e Pesquisa em Saúde

Gostaria de compartilhar seu comentário?

Seu endereço de e-mail não será publicado.