IEPS - INSTITUTO DE ENSINO E PESQUISA EM SAÚDE

Obesidade Gera Estado Inflamatório Crônico

  • Dr. Dirceu de Lavôr Sales
  • 17 de dezembro de 2020

Sabe-se, hoje, que um expressivo percentual de doenças de várias naturezas, inclusive o câncer, se deve a um estado orgânico inflamatório. Esse estado é bem mais evidente em pessoas obesas. Assim, a relação entre obesidade e atividade inflamatória do tecido adiposo parece bem estreita.  Pesquisas demonstraram que a obesidade se relaciona especificamente a processos inflamatórios crônicos. A partir dessa perspectiva, sugere-se que o estado inflamatório seja fator importante, tanto no desenvolvimento da obesidade como da síndrome metabólica. Portanto, hoje não existem dúvidas de que o tecido adiposo de indivíduos obesos se encontra em estado pró-inflamatório.

Cox et al. (2015), em estudo publicado no The Lancet, esclarecem que vários marcadores inflamatórios têm sido consistentemente associados tanto à obesidade como ao risco de resultados adversos em doenças associadas a ela, o que sugere que uma resposta inflamatória persistente de baixo grau é fator de risco potencialmente modificável. De acordo com os autores, evidências indicam a perturbação da microbiota intestinal e alterações na permeabilidade intestinal como potenciais desencadeadores da inflamação na obesidade.

– Després JP, Lemieux I. Abdominal obesity and metabolic syndrome. Nature.2006;444(7121):881-7.

– Cox AJ, West NP, Cripps AW. Obesity, inflammation, and the gut microbiota. Lancet Diabetes Endocrinol.2015;3(3):207-15

Dr. Dirceu de Lavôr Sales

About Dr. Dirceu de Lavôr Sales

Dr. Dirceu de Lavôr Sales, médico especializado em Clínica Médica, Acupuntura, Homeopatia, tratamento da Dor e presidente do Instituto de Ensino e Pesquisa em Saúde

Gostaria de compartilhar seu comentário?

Seu endereço de e-mail não será publicado.